Notícias
Casos de dengue aumentam com as chuvas de verão


Os casos de dengue costumam aumentar bastante no verão em razão da maior ocorrência de chuvas que, consequentemente, ocasionam locais com água parada o que facilita a proliferação do mosquito Aedes Aegypti. Mas também há outra informação importante sobre uma segunda doença, a covid-19. Isso porque as duas doenças se manifestam de maneira parecida no início.

Para as duas doenças há prevenções distintas: a melhor forma de prevenir a covid-19 é usando máscara, higienizando as mãos e mantendo o distanciamento social. No caso da dengue a maneira mais eficaz é evitar focos do mosquito.

A dengue grave pode levar à morte. E são os pacientes infectados pela segunda vez que estão mais sujeitos a desenvolverem essa modalidade da doença.

Febre, dor de cabeça e dor no corpo são sintomas comuns a ambas as doenças, o que torna tão comum confundir covid-19 e dengue. No entanto, como a covid-19 é uma doença respiratória, nesse caso é mais comum que o paciente apresente sinais como alteração do olfato e paladar, tosse seca, falta de ar e problemas respiratórios mais graves, como pneumonia.

No caso da dengue, além de não serem frequentes sintomas respiratórios, é comum a ocorrência de dores nas articulações, manchas vermelhas pelo corpo e problemas gastrointestinais – sinais não muito comuns em pessoas infectadas pelo Coronavírus.

Em época de pandemia, não se deve brincar com nenhuma doença, já que pode haver complicações em decorrência tanto da dengue quanto da covid-19. O indicado é procurar atendimento médico logo que aparecerem os primeiros sintomas.



Central de atendimento (11) 4185-7600 | Fale conosco - SAU (11) 4185-7693
Hospital Geral de Carapicuíba | Rua da Pedreira, 95
Parque José Alexandre - Carapicuíba/SP